AFRODITE
© Ferdinando

Quem te esculpiu um dia em fogo e mármore
em Palácios Olímpicos onde hoje habitas
na ímpar beleza da tua divindade e sedução!
Deusa dos amados e dos amantes, sobre a luz
infinda da fertilidade que habitava em ti....
a beleza e tolerância na margem dos amores

Quero viver de olhos fixos no tempo onde flutua
a tua essência ligada nas parcelas do tempo,
luz que ilumina as manhãs, beleza feminina
Deusa de néctar virginal, e da sensualidade
feita na margem de todos os afagos que se
implantam em assíduo, nos corações plangentes...

Nasceste da alvura das ondas do Mar, embora
digam que não... incorporando-se imortal...
foste mãe, mulher e amante no fogo carnal!
Teu amor como Adônis, que te embelezou a vida
fazendo-te fraca, e sensível no poder ilimitável
da tua força, na beleza desigual de Deusa bela.
Existem infindas lendas que te perpetuam a vida!...

Germany 06-12-06