AINDA TE ENCONTRAR
Neidehanf
 
Esvaziando de si mesma,
Poetizando e vendo, os dias
Passarem pelas entranhas,
Com todo seu ser amargo.

Sem deixar a flor desabrochar,
Apenas a melancolia, contempla!
A Vagar em esperança,
Mesmo na tristeza...

Nas entrelinhas debruça,
Sua rima e derrama sua dor,
No amor que ainda não chegou,
Quimera ainda te encontrar.

Como fêmea luta, pois é com,
fulgor e paixão, que vai transpor,
essa barreira, pois ainda a esperança!
E a alegria será resplendor...

 

BRILHANTE