ANOITECENDO
Ferdinando© 
 
Entardece sobre o cosmos cada dia
Correm os rios fartos de espreitar
A linda rola já perdeu o seu cantar
Abre-se a noite louca em fantasia.
 
O escuro se estende e por magia,
Há palavras de medo a soletrar
Infindas juras vestidas pelo luar
Na avidez dos beijos em orgia...
 
As juras que a noite vai guardar
E nas ruas da calçada vão ficar
Em saudade nunca arrefecida
 
O solar das rosas, abraça a alegria
Fazendo o jardim, louco de euforia
Como a criança no olhar da vida!
 
Germany  03-02-13