BROTAR DA VIDA
Ferdinando©
 
Teu olhar é farol no mar distante
Num vaivém sempre a balançar,
Ou estrela de um poeta errante,
Que clareia as ruas sem luar.
 
Animas o sorriso, do sol viajante
A crença da gaivota sobre o mar,
Ou desejo secreto de um amante,
Em junção de ternura a levedar;
 
Alindas o amor em brilho louco
Aqueces o desejo mais um pouco,
No paraíso da carne e do desejo!
 
Ante a colina do meu entendimento
És a árvore que canta com o vento,
E adormece na alvura de um beijo.
 
Germany 15-08-10