SEGREDO1

CIRANDA - SEGREDO

LEVE CONSIGO O SELO DE GRATIDÃO

POETAS PARTICIPANTES

1 - Ferdinando

2 - Cássia Vicente

3 - Marici Bross

4 - Mifori

5 - Marcial Salaverry

6 - Tarcísio R. Costa

7 - Célia Jardim

8 - Lígia Antunes

9 - Muriel Elisa

10 - Sérgio Guedes

11 - Mádi

12 - Catarina Yunen

13 - Donato Ramos

14 - José Ernesto

15 - Faffi

16 - Joaquim Marques

17 - Laura Limeira

18 - Marcos Sérgio Lopes

1 - SEGREDO
© Ferdinando

Gemer dos anos que reclina a vida em reverências
aura de paixão como o jurar que mente lúgubre
nas margens de promessas ficadas na orla do tempo.
Momentos arrancados de mim e plantados em ti
árvores esguias em olhar distante, luz nas tardes lentas.

Dobras do tempo nas páginas dos dias onde ficou
cada palavra semeada em olhares encapelados,
beijos no limiar das sombras num sentir ausente,
juramentos que ferem almas magoadas, justiçando
as cândidas rosas, no alfobre desprezado pela vida!

Segredos ardentes filhos do desejo em cada gesto.
Ditos por não ditos ficados em bocas caladas
escondendo sonhos imaginados que brotam em
peitos amantes, apetência nascida no crepúsculo
acabando em cada aurora feitos em chama louca
despida de verdade, carme semeado sobre rochas

Germany 14.05.07

 2 - SEGREDO
Cássia Vicente
 
Multidão de visões distintas brilham olhos nas noites
entregues ao sentimento mais secreto que desliza sem medo de ser feliz
passeia por caminhos conhecidos antes pisados com alegria, hoje saudosos
entregues ao coração calado murmura em silêncio recordações...
 
Retrato amarelado, quase desfeito pelo tempo ainda guarda feições
na face ainda jovem não deixa esquecer que foi selado um pacto
guardado na jovem paixão, eternizado nos velhos corações
esperanças que se renovam a cada estação...
 
Mutiladas almas indefesas pelas vestes maltrapilhas da juventude
tentam resgatar ainda em tempo o segredo que um dia será revelado
ora guardado a dois pela distância imposta, ainda sem proposta
que convidam buscar no tempo o tempo perdido...
 
Olhos que não se encontram no dia, buscam na lua o reflexo da alma
mãos que não se entrelaçam pelo caminho, buscam no tato alheio o alento
bocas que apenas proporcionam o som, buscam se colarem através de bocas inversas
corpos que se possuem mas não se têm, buscam em outros a condição pra sobreviver...
 
Segredo....
 
Jataí.GO
14.05.07

3 - SEGREDO
(Marici Bross)

Segredo que a vida
Atormenta sem parar
São acontecimentos e fatos
Que roubam nossas horas de sono
São mágoas e dores que nos obrigam
A um silêncio dolorido
Onde a dor e a culpa
Nos açoitam sem parar

E a vida segue
Neste sentimento de amor e culpa
Que nos leva a um triste destino
Pois nosso segredo
Devemos guardar.

SP, 15-05-07
www.maricibross.com

4 - SEGREDOS DE AMOR
Mifori

Luxuriantes arvoredos,
Nos arredores reinavam
Com beleza e seus enredos,
Nosso amor testemunhavam.

Permanecem às margens,
Saudando o tranqüilo rio,
Com suas verdes ramagens
Combatem o vento e o frio.

No outono, o vento travesso
Quis apagar sua memória,
Virar nosso amor no avesso,
Mas, teve atuação sem glória.

A sete chaves guardam
Os nossos segredos de amor,
Quando nos vêem, farfalham
E nos acolhem com ardor.

5 - UM AMOR EM SEGREDO
Marcial Salaverry
 
Um amor em segredo,
dentro do coração
bem guardado.
É um amor enamorado,
de tirar a razão,
deixar descontrolado...
Deve ficar em mistério...
mas é um amor sério,
verdadeiro, real,
não causa nenhum mal...
Amor em segredo,
dá um pouco de medo...
Não pode ser falado,
comentado, divulgado...
Tem um fundo secreto,
que lhe dá mais sabor...
Um quê de quase medo,
que sustenta a força desse amor...
Deixa o amor mais forte...
Dá-lhe suporte...
Por ser um amor em segredo
 
Marcial Salaverry
Direitos autorais reservados
http://www.prosaepoesia.com.br 

6 - SEGREDO NO AMOR
 Tarcísio R. Costa
 
Quatro paredes,
Sagrado silêncio da mente,
Que que sempre está presente
No nosso viver...
 
Paredes, retângulo do coração
Que tanto maltrata a alma
O tal segredo é infernal,
Covil do mal...
 
O segredo
É o degredo da realidade,
Que leva à alma
Essa imposição...
 
Para que segredo?
Por que essa violência,
É uma incoerência!
Fazer do coração um sepulcro,
Quando devia ser apoio, um fulcro
Em que expussse a verdade!
Por que não a realidade?
 
Por que isso, no amor?`
Como ninguém deve ser delator,
Então, é melhor, ao invés de segredos,
TROCAR DE JURAS DE AMOR.
 
Brasília, 15-05-2007

7 - NOSSO SEGREDO
Célia Jardim

Fugir de olhares curiosos
esconder feito criminosos
maltratar nossos sentimentos

Fingir naturalidade
contar horas vazias
acalmar nossa ansiedade

Desesperar em silêncio
sufocar o desejo
medindo nosso tempo

Pagar com sofrimento
nosso único pecado
de muito amar
e ser também amado

8 - SOB O LACRE DE UM SEGREDO
 Lígia Antunes

Segredo mais do que guardado
(só não escondido de teus ouvidos...)
Segredo de um coração lacrado
de sentimentos já quase constrangidos
 
Segredo antigo, parecendo esquecido
enterrado no cemitério da vida...
Segredo que ainda trago comigo
e dele nada a ninguém digo.
 
Segredo!... tempo afora seguirá
enquanto este mundo existir
Segredo que em nós ficará
enquanto daqui não se for embora...
 
Pelotas, RS,BR
17.5.07/1:15

9 - SEGREDO
Muriel Elisa Távora Niess Pokk

Tenho um segredo que é só meu,
Mas não vou contar a ninguém.
Só digo que meu coração é seu
E o dele, é meu, e de mais alguém.

Mas que posso eu fazer?
Ele, com outra, ia casar,
A outra ia pertencer,
Mas continuava a me amar.

Nos encontramos escondido,
Numa pequena cabana,
Lá, ele é meu marido,
É lá, que ele me ama.

“No dia seguinte”, como é normal,
Enquanto a beija, sem que ela veja,
Piscando-me dá o sinal
De que é a mim que ele deseja.

Este amor, em minha vida,
Nem eu mesmo posso entender.     
É balsamo, cura-me a ferida,
Mas me deixa infeliz, me faz sofrer.

felicidade_sp@ibest.com.br

10 - SEGREDO
Sérgio Diniz Barros Guedes

Na face do orvalho
o sonho novamente
grita,
surge a linda
esperança
que se agita.
Vejo o nascer
de um novo viver,
o fórum dessa outra vida
não tem despedida,
todo seu enredo
é futurologia,
um grande segredo.
Todos terão sua vez.

http://br.geocities.com/sdbguedes

11 - SEGREDO
@liosh@**/CIG@N@**
 
Você exerce fortemente sobre mim
Um maquiavélico poder infernal
Mesmo que diga não ou sim
Ao fugir de ti , sofri, me dei mal
 
Nessa guerra tola, em estilhaços
A história de nós dois vem a tona
Ao procurar te esquecer em outros braços
Revivi os devaneios e fui a lona
 
Ao criar em fantasias outro amor
Reforçar sentimentos irreais
Defrontei com muito horror
Não esquecerei de ti jamais
 
Coletando da vivência o que sobrou
Desenhando seu perfil, seu esplendor
A clássica chama de quem te amou
Em insegurança se representou
 
A passagem do romance que abrimos
Insensata e atrevida eu fechei
Tola e triste estou imersa num abismo
Com saudades de você que muito amei
 
 Os sonhos e aspirações esconderei
 Meus pobres anseios circundando
Em segredo perpetuando o manterei
Nos mistérios da paixão, te amando
 
Repetindo onde for, aqui e ali, tanto faz
Que adoro, amo, desejo e quero
Aos que crerem nos meus ais
Repetindo, de ti não esquecerei jamais
 
@liosh@**/CIG@N@**
Bragança Paulista
01:00h

12 - MEU SEGREDO
By Catarina
 
Trago guardado em meu peito
Um enorme segredo.
Segredo
De uma amor que não teve passado
Que não pode viver o presente
Muito menos saberá se terá um futuro...
Guardo em segredo esse amor
Que vive escondido no meu coração
Por vezes me deixa numa enorme tensão
Roubando todo o meu sossego
Os meus dias....
As noites em que passo em claro
Pensando...
Meditando...
Nesse segredo que não posso contar
Muito menos falar
Desse amor
Que avassala meu ser
Toma conta do meu viver
Causando enorme dor.
Amor que não pode ser falado
Muito menos posso ser amada,
Já que vive guardado.
Segredo de um amor
Que por vezes me faz chorar...
Esperar...Vendo o tempo passar
E continuar não podendo esse segredo revelar. .

13 - EU QUERIA MESMO
ERA SER POETA...!
Donato Ramos

Em nuvem de ouro,
 vi tua imagem...
Olhos cismadores...
no horizonte dos meus
sonhos a desaparecer
diáfana.
Onde estava o mar,
estavas tu.
Onde o céu começava,
estavas tu.
Eu sonhei que tu
estavas tão linda, mas
tão distante, que minhas
mãos se cansaram
de acenar.

2007-Fpolis sc

14 - PARA QUE ESCONDER
 José Ernesto Ferraresso
 
Não posso mais esconder esse segredo,
Meu amor é muito intenso e causa medo.
É um sentimento , uma dedicação,
Que chega mexer com meu coração.
 
Esse amor reflete a verdade,
Implica até na minha responsabilidade,
Às vezes é avassalador,
Causa -me uma enorme dor.
 
Apaixonado e envolto nos meus pensamentos,
Deixo mudar  meu comportamento.
Não faço segredo dessa paixão,
Que pode tornar uma dominação.
 
Chegou sorrateira e de repente,
Para mexer com a minha mente,
Invadiu a minha liberdade,
Tornou-se a pura realidade.
 
Agora não existe mais segredo,
Porque esse amor venceu o medo,
Hoje vivo distante da ilusão
Ele preencheu  meu coração.
 
Serra Negra
18/05/2007

15 - SEGREDO
 faffi...
 
Vem minha amiga, sente-se ao meu lado,
segure na minha mão...
 Vou te contar um segredo que trago dentro do peito,
querendo explodir, querendo aflorar...
 
Não chore, não ria, não me atrapalhe
posso me inibir e deixar alguma coisa de falar.
Não diga sim, também não diga não,
procure só ouvir esse segredo, que envolve meu coração...
 
Acho que vou parar...estou te sentindo afobada,
nossas mãos já estão ficando molhadas.
Tenha calma!
já estou acostumada a sofrer desilusão...
 
Agora que você já sabe o meu segredo,
não largue da minha mão...
Vamos continuar seguindo juntas,
minha amiga, Solidão.
 
faffi / Silvia Giovatto
São Paulo / Brasil


16 - SEGREDOS!...
 Joaquim Marques
 
 Segredos!...
Eles podem ser de tanta coisa!...
Podem ser reais ou fictícios;
no concreto ou no abstrato.
Segredos!...
Podem estar até num simples retrato!
Tantos segredos eu guardei...
Que hoje, já nem eu sei,
onde os posso encontrar.
Como tesouros escondidos
eles ficaram esquecidos...
Enterrados em qualquer lugar!
Hoje, guardo dentro de mim
com pundonor...
Um segredo intenso, por mim vivido
e por demais sofrido...
Um segredo de amor!
Ele é misterioso...
Mas muito fogoso e dengoso!
Ele traz à minha vida
a alegria de que necessito...
Para acalmar minha alma
e pra não viver aflito...
Esse meu segredo,
que está no degredo...
Cumprindo pena, perpétua...
Vibra de emoção!
Dentro de um cárcere mavioso
Que é
O meu coração!
 

Portugal
23-05-07


17 - MEU SEGREDO
 Laura Limeira

Finjo não lembrar mais teu nome
Finjo que te esqueci
Mas quanto mais eu disfarço
Mais ainda penso em ti
 
Todos os dias, todas as noites
Durante todas as madrugadas
Tenho a impressão que estás aqui
E me fazes sentir amada
 
Tua saudade chega, acarinhando-me em afagos
Trazendo, em tudo, suavidade e beleza
Porisso, guardo, em segredo mais íntimo
O teu amor, na minha vida, como única certeza!
 
Recife/PE/Brasil

18 - “O SEGREDO”
Marcos Sergio T. Lopes

Tenho guardado comigo um segredo
Algo que me atordoa por vezes
Me deixa contrafeito...
Caminha comigo pelos dias e noites
Me consome meticulosamente.
Apaga o brilho dos meus olhos
Aperta meu coração
E tira qualquer emoção que levo no peito.
Esse segredo me retalha
Inferniza todos os meus instantes.
Quero esquecê-lo; mas não posso
Quero fugir e não consigo.
Me acompanha por toda parte...
Faz de mim seu prisioneiro
Ri da minha dor o tempo inteiro.
Queria correr sem parar
Até que ele me esquecesse
Até que não houvesse sequer um rastro
Dessa mácula aterradora.
Que nada!
Por mais que eu tente, ele não se afasta
Me marca desde a hora que me levanto
Até a hora que fecho os meus olhos.
Sou dele cativo...
Caminhando feito morto – vivo
Não tenho como me desvencilhar!
Arrasta e me amarra com destreza
Vive comigo sem que eu queira
Brinca com minha aflição de todas as maneiras.
E eu, totalmente consumido,
Calado e sem forças,
Deixo que ele me arraste
Não tenho para onde fugir!
Por mais que eu tente, ele me acha.
Então... Cansado e aterrorizado
Desfaleço... Entrego os pontos
De olhos marejados e coração apertado
Até o dia que ele quiser...
Estou atado...
Pelo tempo que ele quiser.
Se vai embora, um dia?
Não sei... Desconheço.

28/05/2007

LIVROVISITAS