CIRANDA SAUDADE INICIADA POR:

DIONI FERNANDES VIRTUOSO

 

PARTICIPANTES

1- Dioni Fernandes Virtuoso

2-Ferdinando

3-Marcial Salaverry

4-Maria Tereza Neves

5-Nidia Vargas Potsch

6-Marilda

7-Rita Rocha

8-Adélia Mateus

9-Ana Peralva

10-Clara da Costa

11-Fátima Abrantes

12-Gislaine Canales

13-Humberto Poeta

14-João dos Santos

15-José Ernesto

16-Ligia Leivas

17-Luiza Porto

18-Nilza Rossi

19-Pilar Casagrande

20-Rute Seubert

21-Susana Custódio

22-Mary Jenny

23-Maria F.Moraes

24-Ary Franco

25-Nanci Laurino

26-Beki Bassan

27-Regina Bertoccelli

28-Ervin Figueiredo

29-Mifori

30-Monika

31-Naidaterra

32-Vuch@

33-Gilda P.Campos

34-Hilda Persiani

35-Isabel Passos

36-Mara Poeta

37-Maria Olga Lima

38-Yeda Araujo

39-Gena Maria

40-Ariovaldo Cavarzan

41-Faffi

42-Cida Valadares

43-Eda Carneiro

44-Fatima Mello

45-Humberto Poeta

46-Ilka Bosse

46-Madalena Gomes

48-Nilza Garcia

49-Nivaldo Ferreira

50-Vanderli Granatto

51-Graça Ribeiro

52-Katarina Madeira

53-Ilza Mota

54-Luis da Mota Filipe

55-Luis Poeta

56-Penhah Castro

DIONIFUNDO

1-SAUDADE...
Dioni Fernandes Virtuoso

Saudade é um aperto no peito,
é despertar lembranças...Reviver...
Recordar aquele momento
que vivemos ou...Sonhamos viver...

Ficamos numa inquietude visível,
pois a Saudade não desiste...
Incansavelmente insiste
e recorda até o sonho impossível...

Faz um caldeirão de nossa mente...
Borbulha lembranças feito caldo quente,
no fogo do desassossegado ser...

E com saudade vamos vivendo...
E, as lembranças revivendo
temos mais forças para Viver...
 
06/09/2010
Criciúma/SC/Brasil
<<<<<<<<<<<<<<<<

2-SAUDADE
Ferdinando

Saudade doce angustia...tudo nada,
Querer do bem querer a alguém ausente...
Sentir quem ao longe está presente
Fogueira a crepitar mesmo apagada!

Que secreta unção cai sobre o tempo,
Em dilúvios de amores a chorar,
Solidão carregada num lamento,
Numa voz que chama sem parar.

Saudade é como o fio de uma teia.
Que nos enrola a alma, e nos enleia
E soluça como a alma mais sofrida...

Não sendo nada, é mais que quase tudo
É princesa vestida de veludo,
Que chora como a alma mais sentida!...

 Germany 08.09.10
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

3-SAUDADE... DOCE LEMBRANÇA  
Marcial Salaverry

Saudade... doce lembrança...
Lembrança... triste saudade,
de algo que foi vivido,
e que trouxe felicidade...

É melhor saudade sentir,
do que nada ter para lembrar...
Apesar daquela dor persistir,
ainda resta o recordar...

Recordar um momento de felicidade...
Aquele beijo trocado,
aquele pecado sem maldade...
Lindo instante de amor a ser lembrado.

Como aquela música diz,
"Recordar é viver"...
Um momento feliz...
não se deve deixar morrer...
Se o pudermos reviver...
Ver um sonho renascer...
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

4-Saudade da Saudade
Maria Thereza Neves

Restos de mim vão afogando
dentro de oceanos extintos...
Sonetos vazios que nem sonhando
conseguem despertar instintos.

Tento ainda encontrar espaço,
Escalar escadas, não consigo.
Deixo-me ficar no mormaço ,
Pensar se ali fico ou sigo.

Com o cuidado teço fios de seda
Acalentados com a própria vida
Nesta água profunda estagnada.

E na fronteira do fim, o cansaço ...
Deito saudades no ombro , dormem.
Palavras sonham com infinito e morrem.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

5-SAUDADE ...
Nídia Vargas Potsch
 
Saudade,
distância infindável,
indesejável,
indecifrável,
indelével,
imorredoura saudade...
        
Saudade,
apertando o cerco,
amargurando o pensamento,
angustiando o coração,
remexando e explodindo as emoções...
 
Saudade,
distância cruel
renitente e dolori
que o tempo não apaga,
tal e qual rendilhado de marfim,
maltratando bem fundo,
lá dentro, bem dentro de mim...
Saudade... Ah! Desatinada saudade!!!
 
 @Mensageir@
<<<<<<<<<<<<<<<<<

6-SAUDADE
MARILDA

sentimento que expressa
a emoção de sentir presente,
alguém que em nossa vida
viveu plenamente.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

7- SAUDADE DE MIM...
Rita Rocha

De repente a vida se torna lenta...
O voo rasante dos pássaros noturnos
Procurando abrigo na mata densa...
Minha alma fica triste e mais atenta.

Parece que tudo vai adormecer...
O sol que antes era brilho intenso
Vai brilhar em outras plagas
É seu rodízio de encantamento

O espetáculo é belo e silencioso
Repetido todos os dias ao entardecer...
Os tons esmaecentes da natureza
Ao ver seu astro desaparecer.

Quando a primeira estrela brilha
E o silêncio ainda predomina
Vou divagando sobre minha sina
Seguindo sempre a mesma trilha.

Meu coração está chorando
choro triste vai me acalmando
As lágrimas, o lenitivo d´alma
E a saudade me acompanhando...
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


8- SAUDADE
Adelia Mateus
 
Esta saudade que faz parte de mim,
das noites vazias, que o sonho caminha
comigo procurando o sol do amor.
 
 Esta saudade que vive na lembrança
nos momentos e horas de felicidade,
da magia e no desejo de o ver sempre
e ouvir a voz do tempo que vivemos.
 
Meu coração vive ainda esta lembrança
e, quando fecho os olhos, mais te vejo
 em minha mente como estrada vazia.
Mas sinto ainda a carícia dos seus beijos.
 
Esta saudade que chegou de mansinho,
e ficou para sempre no coração das horas,
que se vão tornando em fria solidão,
até que a vida nos faça num só Ser.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


9- TÃO CHEIA...
Anna Peralva

Vazia... Ora sou uma lua nua de fases,
colheita infértil de sonhos e inspiração...
Silêncio doído vestindo a noite, veneno fatal
aguando em sal o cerne, ocultando a emoção
que nostálgica abriga em si, o momento final...

Hoje acordei minguante, imergida em saudade!
Desejo do seu cheiro, da paixão refletida no olhar;
de cores, som, o tom da canção da vida, o abraço
intenso que sempre me mantinha resguardada
do incerto... Ora sou o descaminho da eternidade!

Há em mim uma poesia nova que não quer brotar
ainda presa ao verso-sentimento que soltou o laço
deixando minh'alma em total afasia, desprotegida
das horas crescentes, onde sou nuvens de solidão!
Hoje acordei em preto e branco, tão cheia de nada!

RJ-15/07/2010
<<<<<<<<<<<<<<<<<<


10-SAUDADE
Clara da Costa

Saudade do teu olhar
que brilhava ao luar,
dos teus beijos ardentes
entre silêncios confidentes.

Saudade desse amor que se perdeu,
dessa estória que teve um adeus,
mas que ainda pulsa e arde,
despertando aquela doce saudade…

Praia de Pipa /RN/Brasil
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

11-SAUDADE...
Fátima Abrantes
 
O vazio dentro do peito
O olhar distante
A lembrança constante
Não nos deixa sonhar
 
O tempo passou e hoje
Já foi embora
A vida de outrora
Que nos fez vibrar
 
Resta a dor e a saudade
Dos momentos vividos
Dos risos contidos
Que nos faz chorar
 
Vozes, rostos distantes
De venturas sentidas
De canções ouvidas
No eterno caminhar
 
Ficou somente a vontade
De ter de novo nos braços
Nossos estreitos laços
Que não vão mais voltar
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


Glosando Edgard Barcelos Cerqueira
Gislaine Canales
12-SAUDADE

MOTE:
Saudade – lembrança triste
de tudo que já não sou...
Passado que tanto insiste
em fingir que não passou!

Saudade – lembrança triste
de uma alegria sentida,
que, agora, não mais existe,
deixando cinza essa vida!

A lembrança que hoje tenho
de tudo que já não sou...
fica em mim e então desenho
como a minha alma ficou!

Meu pranto jorra e assiste,
afogar-se como gente...
Passado que tanto insiste
em permanecer presente!

Continuo o meu caminho
com o resto que sobrou... 
Teima o passado daninho
em fingir que não passou!
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

13- FALAR EM SAUDADE
(Humberto - Poeta)

Sim, meu amor, depois de em teu poema
os olhos ter pousado ao me deitar,
eu senti n'alma aquela ânsia extrema
de que em meu leito viesses me abraçar!

O teu calor é tanto, e a cama é fria,
assim como gelada é a solidão
desta saudade que ora me angustia
ao ter-te longe do meu coração!

Se ainda há pouco nós nos escrevemos
falando da paixão que nos invade,
então, meu doce amor, por que é que temos
de suportar os dois tanta saudade?
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

14- SAUDADE
 João Coelho dos Santos

Nunca a saudade
foi verdadeiramente saudade
enquanto de ti não senti
saudade... por estar sem ti.
 
João Coelho dos Santos
(in: Por Ti Amor)
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


15- AH! SAUDADE!
José Ernesto Ferraresso
 
...daquele rosto angelical,
sincero, de olhar triste,
a querer me pedir alguma coisa.
 
Momentos marcantes aqueles,
traços que permanecem na minha memória
há tanto tempo, anos, enfim, sempre.
 
Jamais senti marca tão profunda,
e nem sei porque fui incompreensivo com ela,
e até insensível.
 
Hoje sinto saudade dessa pessoa,
arrependimento por perdê-la,
não ajudá-la quando mais necessitou de mim.
 
Recordo aquele olhar,
seus lábios tremidos a pedir o meu amor
e eu negar tudo o que poderia ter dado.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

16- SAUDADE
Lígia

Saudade... Ah! essa saudade!...
- Por que não te vais?
Quisera ser forte, muito mais que forte, 
poder te enfrentar, te vencer.
Afinal, daquela batalha
em que o amor me atacou
como fera, à espreita
e sobre mim se lançou,
só tu sobraste
para celebração da vida!
 

Pelotas, RS, BR
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

17- SAUDADE
Luiza Porto

Saudade...dói no peito
feito punhal encravado
de um jeito...sofrido.

E a nossa canção, repete, repete
como um fundo de agonia.

Madrugada...lua minguante
frio na alma
Saudade...

E a canção a repetir
um desejo carnal
seu corpo sobre o meu

Ah...saudade

Mas sei, um novo sol
a renascer
trazendo a esperança
desse amor criança
que é todo o meu querer.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


18- SAUDADE DOS BAILES
NILZA STRINGHETTA ROSSI

QUE SAUDADE EU TENHO DOS BAILES DE OUTRORA
DOS PARES ENAMORADOS SUAVES SENHORAS
DOS MEUS PAIS VALSANDO NAS NOITES DE LUA
EU E OUTRAS CRIANÇAS BRINCANDO NA RUA
LEMBRO MEUS PAIS DANÇANDO AINDA
OS DOIS BEM JUNTINHOS, MINHA MÃE TÃO LINDA
O UNIVERSO INTEIRO DANÇOU A VALSAR
A DANÇA CONTINUOU ATÉ O SOL RAIAR
QUE SAUDADE, QUE SAUDADE
DE BRINCAR E DE SER CRIANÇA
QUE SAUDADE, QUE SAUDADE
DE MEUS PAIS NAS PISTAS DE DANÇA

POESIA EM HOMENAGEM AOS MEUS PAIS BENEDICTO STRINGHETTA E LUZIA
PELLICCIA STRINGHETTA, UM PAR PERFEITO NA DANÇA E NA VIDA.
ESTA SAUDOSA VALSA VAI RELEMBRAR
O BAILE DA SAUDADE DE FRANCISCO PETRÔNIO

BOTUCATU, 10 DE SETEMBRO DE 2010   22HORAS
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

 
19- A VIDA É FEITA DE SAUDADES
Pilar Casagrande
 
Na infância nosso mundo é a casa paterna.
O sentimento de lealdade humaniza as paredes,
E o olor que delas se emana persiste vivo
Em nossas narinas como se fosse hoje.

Sentimos saudade do frescor da casa,
Do hálito da casa mais que dimensões e fatos!
As figuras de pai e mãe se entrelaçam com as paredes
E não sabemos quais os mais humanos,
Quais os que mais amamos.

Saudades da adolescência... Do primeiro amor,
De fisionomias por longo tempo evadidas
De nosso cotidiano e que de repente retornam.
Ternos momentos em que a felicidade
Veio por um motivo tolo.

O convívio familiar, os irmãos todos,
Sob o mesmo teto e pensar
Que assim seria pelo resto da vida.
Tudo dificultoso, mas tão bom!
Agora com sabor de poesia...
De que é feita a vida a não ser de saudades?

Pilar Casagrande
CLIRC - Centro Literário Rio Claro
Rio Claro / SP
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

 
20-SAUDADE
Rute Seubert
 
É lembrar de um passado,
que todavia não passou.
É evitar o presente que nos machuca?
Ou será que há dor que não doa?
 
Sinto meu coração sangrando,
por esta louca saudade que é !!!
Como depois de um sonho a realidade.
 Não o vejo você voltando.
 
Posso sentir teu cheiro.
Posso ouvir tua vóz.
Ho pedaço de mim,
Onde estás ? que tormento.
 
Que saudade há no meu eu!..
Que vazio , que revolta,
Que saudades tenho de ti (filho).
Serás sempre , eternamente meu.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

21- SAUDADE
Susana Custodio

É a angústia que me invade
E me faz lembrar a sensação
De ter-te cingido nos meus braços

Portugal - Sintra - 11 de Setembro de 2010
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

22-ESSA SAUDADE
Mary Jenny
 
Saudade é uma porta que se fecha,
e guarda os nossos dias do passado,
uma fada que nos afaga e nos deixa
rever o nosso tempo caminhado.
 
É a voz que fala no travesseiro
numa magia cerrada no distante,
é do jardim o melhor canteiro
e a carícia que se faz constante!
 
Só em ti guardo os meus amores
que foram loucos mundos de flores,
quando a vida sorria com o tempo.
 
A saudade alegra a minha caminhada
como o sol aquece a madrugada,
e tu aqueces as horas do lamento.
 
Germany 11-09-10
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

23-SAUDADE
Maria de Fatima Delfina de Moraes

Saudade de um amor verdadeiro,
vem sorrateira e se planta,
é dor da qual não se foge
e o coração faz gemer.

Pode chegar de mansinho,
vestir-se de temporal;
dói feito faca afiada
e a alma desconsolada
verte seu pranto afinal.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

24-SAUDADE
Ary Franco
 
Saudade, que se instalou em meu peito.
Passa-se o tempo e ela sempre ao meu lado
Corroendo-me as entranhas de tudo que é jeito.
É a dorida recompensa de ter outrora te amado

O desespero desta dor é cruel e constante
Chego a arrepender-me de um dia ter te encontrado
Mas, por outro lado, vem-me no mesmo instante
O sabor adocicado do primeiro beijo trocado

Impossível pensar em uma reconciliação
Permaneces impassível em tua altivez
Não te importas como está meu coração
Sigo em meu pranto. Nunca terei vez!

Quisera estares também sentindo o mesmo que eu
Mas sei que nem mais te lembras de mim.
Choro. Em cada lágrima vertida vai um pedaço meu
Sei que assim será até meu derradeiro fim.
 <<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

 
25- SAUDADES
 (Nanci Laurino)
 
Entre o silêncio e a solidão,
Apenas eu e meus pensamentos.
Neles todos se encontram,
As lembranças confortam.,
Matam saudades de quem se foi.
E a lágrima teima correr
Lavando minh’alma desse sofrer.
 

26-SAUDADES...
Beki Bassan
 
Sentir saudades as vezes é bom,
significa que ainda estamos no coração de outrem.
Quando a saudade é por um tempo determinado,
certamente quando juntos estiverem o amor irá aflorar.
 
Saudade uma palavras que inexiste tradução,
ela é rara e rica demais.
Sentir saudades de um amor perdido,
doi demais a nossa alma.
 
Transformemos a saudade em carinho,
quando uma pessoa querida,
viaja por um tempo maior,
 mas que retornará ao nosso convívio.
 
Agora se esta saudade não tem retorno
nesta nossa vida terrena,
prefiro pensar que logo logo
estaremos juntos na verdadeira moradia.
 
Assim podemos encarar a Saudade
de muitas formas sem maltratar o coração.
Prefiro pensar que é um sonho feliz,
e que tornará a ser vivido novamente.

11.09.10
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

27- ABRAÇADA COM A SAUDADE ( rondel )
Regina Bertoccelli
 
Adormeci abraçada com a saudade,
vestida com as cores do passado.
Com a alma em liberdade,
sonhei com o meu amado.
 
Meu coração está apaixonado,
esta é minha realidade.
Adormeci abraçada com a saudade,
vestida com as cores do passado.
 
Por instantes vivi a felicidade
de ter meu desejo realizado.
Despertei feliz, é verdade,
meu coração está consolado.
Adormeci abraçada com a saudade...
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


28- SAUDADE
Ervin Figueiredo 

Um sentimento que traduz dor,
Afeição interrompida, castigo...
Vida vazia, sem nenhum valor
No caminho poeirento que sigo.

Memória apagada do bem vivido,
Do viço que faz toda vida brotar.
Sentimento que morre, peito sofrido
Lágrima ardida caindo do olhar...

Lembrança tão doce, a alma sorri,
Na boca o gosto dos dias passados,
Que jazem sem cor, pelo que morri...

Suspiro profundo, marcando dobrado
Não sai do lugar, chão que corri
Cheio de saudade, sigo carregado !
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


29- SAUDADES
Mifori

Apesar de não saber
definir o que é saudade,
ela me faz reviver
bons tempos da mocidade.

A saudade vai mostrar
que essa viagem ao passado
não tem hora nem lugar
quando o amor é bem plantado.

Com um gesto de carinho 
mas cheinho de amargor,
saudade traz de mansinho
lembrança daquele amor.


(SJC/SP/Brasil)
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

 
30- SAUDADE...
Monika
 
PERGUNTEI AO MEU CORAÇÃO:
DE QUE SENTES SAUDADE?
SERÁ DE MINHA INFÂNCIA, SERÁ...
OU DE OUTRO TEMPO QUE NUNCA MAIS VOLTARÁ ?
 
DOS VELHOS TEMPOS QUE QUASE NÃO LEMBRAS ?
DO TEMPO PRESENTE NÃO PODES SENTIR SAUDADE.
O FUTURO AINDA ESTÁ POR VIR...
ENTÃO TE PERGUNTO: DE QUE TENS SAUDADE ?
 
TENHO SAUDADE...
 DAS ESTRELAS NO FIRMAMENTO
COM QUAIS BRINCAVA SEM ATENTO
DAS LUZES QUE ACONPANHAVAM NOSSO EVENTO
QUE SE TORNARAM PARCEIROS NESSE MOMENTO.
 
TENHO SAUDADE...
 DA MÃO DE DEUS QUE ME GUIAVA
DO ANJO QUE ATENTO ESPIAVA
SOBRE AS NUVENS A BRINCAR COMIGO ESTAVA
E BEM ALTO LOUVOR À JESUS DECLARAVA.
 
TENNHO SAUDADE...
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


31- SAUDADE DOÍDA
Naidaterra

E o tempo passa indiferente ao meu sentir,
não há um só dia que meu coração repouse...
Não consigo deter as batidas desta
infinita saudade que me açoita dia e noite...
O tempo tem uma missão que,
 posso entender por um ciclo de fortalecimento,
 uma vareta hoje, será uma linda árvore amanhã e,
 as uvas colhidas no tempo certo,
tornar-se-ão tenras...
<<<<<<<<<<<<<<<<<



32-SAUDADE
Vuch@
 
Perdida no meio desta multidão
olhos nos rostos,
procuro por você...
Canto uma canção sem historia
levo você em meus olhos
trago você na memória...
Te procuro no meu passado
no meu caminho errado
te procuro nesta hora...
Te procuro em todas as épocas
todas as dimensões
todas as canções
Te procuro nas esquinas
nas entrelinhas de um muro,
e na saudade, desatino meu
te procuro no futuro!
<<<<<<<<<<<<<<<<<

33-Saudade
*Gilda Pinheiro de Campos*.

Hoje despertei com muitas saudades...
Imensas saudadades
dos meus amados que partiram tão cedo....
Voa paloma branca....

Leva meu pranto e minha tristeza....
Cruza os mares...
Alcança o horizonte...
E no infinito numa nuvem
deixe meu beijo adormcer...
<<<<<<<<<<<<<<<<

 
34-Saudade
Hilda Persiani
 
Às vêzes tenho saudade
Do tempo que eu nem sabia,
Na fase da ingenuidade,
Que essa palavra existia...
 
Mas com o passar dos anos
A saudade vem chegando,
e sem que nós a percebamos
No coração vai entrando...
 
Depois, no ocaso da vida,
A saudade é mais doída,
E relembrando a mocidade,
 
Veremos que a felicidade
Do tempo que se passou,
Consiste na saudade que ficou.
 
 Curitiba, 18/06/2.005
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

 35-SAUDADE
Isabel Passos

Estás longe, não te 'scuto, não te vejo,
Não sinto teu cheiro, não sinto teu beijo...
Ausência de ti, que queima meu peito!
Até quando esta saudade sem jeito?
 
Vem meu amor, corre para os meus braços,
 Traz a felicidade sem embaraços...
Leva pra bem longe tamanha saudade
que está turvando minha sanidade...
 
Saudade que aumenta esta solidão,
(Perene e dolorosa que não 'scolhi)
Amor ausente... presente no coração,
 
Secando pérolas que caiem dos olhos,
quando leio poemas nascidos de ti...
Doce saudade... Apesar dos escolhos...
 
Lisboa/Portugal
<<<<<<<<<<<<<<<<<<

36-SAUDADE...
Marinez Stringheta/Mara poeta

Ah! Saudade
Meu Deus...
Que saudade
De minha MÂE
Dos seus cuidados comigo
Das noites ao pé do fogão a lenha
E suas canções:
Mãe canta aquela...
E ela cantava, cantava
Enquanto me embalava.
Saudades... Mãe...
Dos cachinhos (feitos) caprichosamente
Em meus cabelos
Do vestido novo
Comprado no sábado de manhã
E costurado
Para o baile da noite
Saudades do seu sorriso...
Sua inteligência, sabedoria...
São tantas SAUDADES
Não caberiam nestes versos.


Botucatu/SP
Domingo, 12/09/2010
22h55
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

37- SAUDADE...
Maria Olga de Oliveira Lima

São tantas as Saudades...
Que o tema...
Inspira Dilema!...

Embarga minha voz
Rola meu pranto.

E pra meu espanto
Sei apenas sentir
Impede meu sorrir!!

Saudade! Saudade!!
Oh Saudade!!

Saudade doída de Pai, Mãe!...
Saudade de ontem...
Anteontem!...

Tempo de Infância!
Brincar na rua,
De roda, corda,
Boneca, bola...

Jogar peteca,
Andar de bicicleta!...
Cavalgar!...

Mocidade!
Namorinho escondido,
Escurinho do cinema
Dia dos Namorados
Noivado!!

Tudo Passado!!...
Saudade! Recordação!!

Saudade...
A machucar
O carinhoso coração,
Por Tantas Vezes Iludindo...
Iludido... Amargurado!...
Outras tantas...
PERDIDAMENTE... APAIXONADO!!
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

38-SAUDADE
Yeda Araujo Pereira

Saudade mansa que me foi chegando...
 
Sem debates,
sem atalhos,
sem desespero...
sem cobranças amargas do passado.
 
Saudade mansa como água de riacho,
cantando sobre as pedras...
um acalanto,
uma canção de ninar...
afastando meus temores,
meus reclamos...
embalando meus sonhos...
 
Sonhos que moram comigo,
querendo ficar!
 
Saudade mansa que se faz remédio,
curando ferimentos,
as dores,
o tédio que ficou em teu lugar!
 
Yeda Araujo Pereira
Pelotas /RS-BR
<<<<<<<<<<<<<<<

39-SAUDADES
Gena Maria

Saudades, quantas sinto!
Sempre repito as mesmas palavras...
Quantas saudades sinto de você!
Minhas horas se tornam amargas

Meus dias são intermináveis
Só penso em nós, em nossos momentos...
Que não ficam para trás, insistem
em permanecer aqui, junto a mim!

Seus olhos, sempre me olhando...
Suas mãos, sempre nas minhas...
Seus lábios, sempre nos meus...
Seus abraços, sempre me apertando...

Onde estamos, onde ficamos nós
por estes caminhos, por esta vida?
Só as saudades permaneceram...
Por que fizeram isso ao nosso amor...
Por que deixamos que fizessem?

Você ai, solitário, pensando em mim...
Eu aqui, sózinha, pensando em você!

As horas, os dias, os meses, os anos
passam e nós permanecemos assim...
Distantes de nossos corpos...
E tão presentes em nossas mentes!
 
HTTP://GENAPOETA.BLOGSPOT.COM/
 
Marília - 20/06/09
SP
( 23:48 horas)
<<<<<<<<<<<<<<<<<<

40- SAUDADE
Ariovaldo Cavarzan
 
Saudade de amor
é feito beira de abismo,
perigosa, escura e fria,
apertando o nó da dor.
 
Sonhos são gorjeios de aves,
musicando céu de emoção,
feito cinzéis bem suaves,
que modelam coração.
 
Não há instante na vida
mais cruel e arrasador,
 que o de alma em precipício,
a ensaiar despedida,
plantando a saudade
mais doída.
 
15/09/2010
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

41- Saudade da Minha Infância
faffi/Silvia Giovatto

Saudade, quanta saudade
daquele tempo de outrora,
onde o amor era tão grande
que do peito rolava p´ra fora...
Amor de pai, de mãe, de irmãos,
de amigos...
Meu Deus, como era bom ter isso comigo!
Correr pelos campos, subir em árvores,
pega-pega, pular corda, fazer bolinhas de sabão...
Brinquedos, quase não tinha não,
Mas, tinha meus gatinhos,
cachorro, macaco passarinho...
lembrar disso agora e voltar a te-los comigo.
Se pudesse voltar ao tempo, queria que fosse tudo igual,
ser uma criança humilde, mas ter tudo novamente,
pai , mãe , irmão , amigos, e meus bichinhos queridos.
Essa saudade da minha infância, vou trazer sempre comigo!
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

42- E Se Chama SAUDADE...
Cida Valadares

Esta inquietação que me abafa,
Explode meu peito de dor,
e torna a vida sem cor.
Meus olhos que não te encontram,
por mais que viajem o céu...
Esta doída ansiedade
de não saber-te, mais aqui...
Isto se chama...saudade!

O abraço , cheirando à vácuo.
O beijo que não ganhei.
É como um papel de embrulho
amassado, jogado ao léu,
é a triste estória de um fado,
dedilhado num bordel.
É um ir que jamais encontra
o desvio prá retornar.
É uma angústia reprimida
Da vida, a falsidade...
Isto se chama ...saudade!

Saudade do dia que se foi
e do que não amanheceu.
De tudo que não mais tenho
De tudo que já foi meu.
Que sangra meu peito adentro
Numa sinfonia ardil,
Que me faz invocar Deus
Em tudo que creio vil
Ao que Ele sempre responde
Aceite a realidade...
Isto se chama Saudade!
<<<<<<<<<<<<<<<<<

43- SAUDADE
Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

Saudade é a brisa que passa.
É voce que não veio...
É a chuva que peneira minh'alma
que encantada, chora!..

Que te deseja perto,
quando estás longe...
É um céu distante, sem te encontrar.
É pensamento, palavra, amor,
encontro e desencontro!..

Saudade é meu coração
que não bate sem ti!
Que deseja um acalanto,
para viver mais feliz.

Saudade, amor, é
quando estás perto e
sei que vais partir!..

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"
<<<<<<<<<<<<<<<


44- SAUDADE!
Fatima mello[fofinha]
 
Que saudade sinto de ti,
de tuas mãos percorrendo meu corpo,
do gosto dos teus beijos,
do carinho que só tu sabes fazer.
Da quentura de nossos corpos,
da tua boca a me buscar,
do gosto do teus beijos,
do cheiro do teu corpo,
te te sentir enroscado em mim,
do tu resonar pertinho do meu ouvido
de te ver com sorriso nos labios adormecer.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

45- SAUDADE...

( a minha esposa, in memorian)
Humberto Rodrigues Neto

 
Teu desencarne fez-me descontente,
co’a alma e o coração sempre em quebranto;
do nosso lar foi embora o antigo encanto 
que tu levaste assim... tão de repente!

Do alto onde estás podes sentir o quanto
por ti pranteio ao te sentir ausente,
e nada existe que tão fortemente
me incline à solidão e ao desencanto!

Não mais teus lábios, nem os teus abraços
tentei buscar noutros alheios braços,
preso à paixão que só por ti nutria!

E hoje vergado a esta infelicidade,
a Dor se fez a esposa do meu dia,
e à noite faço amor com a Saudade!
<<<<<<<<<<<<<<<<<<

46- SAUDADE
(Ilka Bosse)
 
Lembro-me de ti...
Silêncio absoluto se instala
Olhos estáticos e úmidos viajam
para longe e sinto-os voltando,
sem resposta trazer...
 
Continuo lembrando de ti...
Acelera forte meu coração
A saudade marca presença
e percebo o teu perfume no ar...
Não dá para evitar...
Meu "SER" te procura ansiosa.
 
A lembrança fica mais insistente
e aprisiona-se ao meu corpo...
Não consigo me libertar...
Entro em delírio e vejo
nítido o teu olhar...
Agora sim...
A SAUDADE é real!
Quero-a sempre junto a mim
E saberei viver esta...
NOSTALGIA
 
Ilka Bosse (Bailarina das Letras)
Blumenau - SC - Brasil - maio/2010
(protegido por senha)
<<<<<<<<<<<<<<<<<<

47-SAUDADES

Madalena Gomes

Foi tudo tão rápido...
Nem nos despedimos...!
Mas, o tempo não é nosso,
E, nem pensamos que é pequeno,
deixamos tanta coisa pra depois,
Embora tanto que tínhamos que cumprir, cumprimos, é certo!
Tantas belezas que tínhamos que colocar na vida de tantos que nos cercavam
Colocamos, tantas declarações de amor pelo amor
Fizemos;
Quase tudo que bem mais podíamos fazer,
Da melhor forma, embelezando a vida, colorindo todos os temas
Com nosso amor, com nossa impecável suavidade nos gestos, no olhar!
Fico aqui boquiaberta, assim meio sem jeito
Ainda tínhamos tanto para compartilhar,
Tantos elogios ainda ouviríamos dos lábios um do outro...
Mas tudo bem, estejas bem onde estiveres,
Estarei aqui inquieta, buscando completar meu tempo!
Amo-te e te dedico meu silencio, meu grito...
Que sufoco no peito ao longo desse tempo que compartilharei tua falta comigo mesma.

Madalena Gomes
Campina Grande, PB
04.04.2010

Texto publicado no Recanto das Letras
Sob o código: T2360491
<<<<<<<<<<<<<<<<<

48-Saudade...
Nilza Garcia
 
De um tempo ido...
De um trabalho perdido...
De um amor vivido...
 
De um abraço sentido...
De um beijo dividido...
De um sonho diluído...
 
De um sorriso desfeito...
De um olhar distante...
De uma ausente presença...
 
De tudo o que se vivenciou... num tempo passado,
e se escondeu na memória do tempo,
que permanece no tempo presente.
 
Surge quando a emoção aflora...
Os sentimentos saltam à flor da pele,
sem controle...
Sem intenção de bloqueio,
deixamos a imagem fluir
e nos fazer sentir vivos...
nem que seja por um instante no tempo...
Tempo esse, que atravessará a vida,
e nos acompanhará além da vida!
 
*NYL GAR*
20/08/2010
09:00 hs
<<<<<<<<<<<<<<<

49-SAUDADE...
( Nivaldo Ferreira )
 
Na garganta, uma lágrima oscila tonta,
No peito, essa saudade que não tem jeito.
Seus olhos, iluminando os meus abrolhos
Nesse instante, onde a escuridão é constante.

De um suspiro, sua imagem ilusória eu respiro
E hoje sinto ainda, esse amor que por vez não finda.
Alienado, eu lhe procuro, e nesse afã desesperado
Vejo aturdido, o quão sou ainda por ti sacudido...

Cristalina, a lágrima refém, na garganta se retém;
Debruço minha ansiedade, nessa íntima saudade,
Pois no tempo eu viajo, e me sinto um andrajo...

São os seus olhos castanhos, dois etéreos sonhos,
Que em sonhos revivo, e me vejo sempre cativo,
E tendo na garganta, uma lágrima que oscila tonta...

 14/09/2010
<<<<<<<<<<<<<<<<<<

50- Saudade sem idade
Vanderli Granatto
 
 
Sem completar idade,
faz morada em meu coração a saudade.
Perdida no labirinto de emoções,
com ela guardo grandes recordações.
Matreira me faz recordar páginas,
que amareladas, permanecem gravadas,
me causando mil sensações.
Saudade não me deixes recordar as desilusões.
Esquentes meu coração com alegria,
 por ter vivido com paixão.
Me faças esquecer a solidão.
Apesar de ti me causares tristeza,
os carinhos, a felicidade de outrora,
me deixam firme hoje, nas decisões.
Prazer e dor em ti se misturam,
 ó sentimento misterioso,
que vem das profundezas!
Te sentir dá sensação às vezes boa,
às vezes ruim.Mas daquilo que vivi,
 se fui feliz ou infeliz, não importa.
O que importa é a paz que sinto,
ao reviver as recordações.

 Essas, as quais, pelo tempo permanecerão.
Sem contagem de idade,
serão sempre novas neste coração!

 
Vanderli
02/10/2006
Botucatu/SP
<<<<<<<<<<<<<<

51-SAUDADE
Graça Ribeiro

São tantos os momentos vividos
Guardados nas dobras das horas
Às vezes penso que são sentidos
Que teimam ficar sem ir embora

 São canções que lembram o mar
Perfume que fica pairando no ar
Sonhos que nós deixamos passar
E essa lágrima que teima chorar

 Saudade é esse sentimento doído
Essa sensação que nos incomoda
Como um romance não permitido

 Talvez seja sentir o que transborda
Deixar vir à tona sagrada inquietude
 Que um dia teve o nome de juventude

 Saudade é uma palavra tão plena
Que transborda dentro de um poema
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

52-TENHO SAUDADES
 Katarina Madeira
 
Tenho saudades do tempo distante
em que acreditava com fervor
que a vida era só rosa
que o impossível, era possível
 
Tenho saudades da alegre meninice
em que ria do nada
e acreditava em fadas,
em sonhos e em magia
 
Saudades do coração ingénuo
Saudades de sonhar acordada
Saudades de acreditar com fervor
que tudo podia ser eterno
 
Ah que saudades
de quando não sabia
que a melancolia existia...
 
Saudade
por favor vai embora...
Eu juro que não te quero.
Deixa-me ficar a imaginar,
a tentar acreditar,
que um dia,
quem sabe quando...
a vida vai ser de novo
o sonho que eu tinha antes.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<


53-Saudade de você
Iza Mota

Que saudade de te ter...
Que saudade de você
Onde anda o dono do meu ser?
Onde esta você?
 
O que olha esses olhos que
não estão aqui para me ver
Para quem sorriem os lábios
que beijar é meu louco querer
 
Onde anda você?
Que saudade meu amor
Que saudade de ti ter
Que saudade de você!
 
Onde vagam os teus pensamentos?
Buscando na memória nossos momentos?
Onde está seu jeito discreto de ser,
que desperta todo meu querer?

Onde anda o carinho
que só você sabe dá pra mim...
Que quero assim... Todinho em mim?
Onde... Onde anda você
 
Que saudade meu amor
Que saudade imensa de você
Que saudade de ti ver
De sorrir pra você.


Iza Mota
Recife-PE
www.izamota.recantodasletras.com.br
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

54-SAUDADE
Luis da Mota Filipe
 
Este aperto que me atormenta o peito,
É agonia que me consome teimosamente,
Tomando conta do meu ser…enfim fragilizado,
Dominando este dia a dia enegrecido,
Tornando diminuto o meu viver escravizado pela saudade.

(Luis da Mota Filipe-Sintra/Portugal))
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

55-RECIPROSSAUDADE
Luiz Poeta

Luiz Gilberto de Barros - Riode janeiro - Brasil -
especialmente para a ciranda Saudade

No espelho onde me olho, eu te vejo...
O desejo de te amar mostra, insensato
O teu corpo... fecho os olhos e te beijo
E me perco na mudez do teu retrato.

Abstrato, teu sorriso vai fugindo
Na miragem de um amor que desacata
Meu silêncio... meu amor vive mentindo
Quando diz que tua ausência não maltrata.

Tua face se dissolve... mansamente...
Diluída nas lembranças solitárias
Que resgatam um passado tão presente
Na mudez das emoções mais arbitrárias.

Entretanto, esta saudade é simultânea...
Quando eu sinto o teu amor, sei que me sentes
Numa angústia intuitiva e momentãnea
Que mistura sensações inconseqüentes.

Tu me envolves, eu te envolvo, entorpecemos
Nossas ânsias atravessam oceanos
E esse amor que só nós dois bem conhecemos
Instantâneo, chega... com os desenganos.

As lembranças são saudades diluídas
Numa dor que a solidão sempre recria
Se o passado revisita as nossas vidas,
É na dor que o noso amor se evidencia.

Se és miragem, que me importa ? ... o coração
É um estranho labirinto onde o amor
Só se perde quando encontra, na paixão
A extensão do seu prazer mais sedutor.
<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<<

56-SAUDADE INDOMÁVEL
by Penhah Castro
 
 
Minha saudade que correu leve e solta
pelos campos da minha emoção
deixando-me quase prostrada
de tanta dor no coração...
Que grita sem parar
ensurdecendo minha paixão...
Que me faz sentir no corpo
a falta que você me faz...
Esta saudade que muitas e muitas vezes
gosto tanto de sentir
dos momentos tão felizes
que vi da minha vida partir...


 

LIVROVISITAS
amor