DESFECHO
Ferdinando©
 
Tantos anos no percurso da distância,
Sempre vieram as gerações sonhando
Em vontades curvadas de ganância...
Corpos em outros corpos germinando.
 
Fala-se do amor que se fez imensidão
Que os nossos dias fizeram perdurar
Perante o tempo, no espanto da razão
Numa teia que teima em nos moldar.
 
Nem pensamos que tudo está no fim
Acreditando que a vida é um jardim
Esquecendo que o outono vai chegar...
 
A nossa crença é a cor de uma bandeira
Hasteada ao nosso olhar a vida inteira
E nos abraça com vontade de chorar...
 
Germany 13-06-11