ESSE DIA!...
©Ferdinando
 
Quando o dia morre cansado nos beirais
pintando a noite sem olhos de futuro.
Os pássaros da noite choram mais
magoando triste, o nosso olhar maduro
 
A grande sombra errante caminha triste
no arraial em murmúrio de madrugada,
passos oblíquos do vento que persiste
cantando medos sobre a hora magoada!
 
Alinhavamos o sol nas horas cansadas,
mas sobre as velhas paredes já fendadas
espreita o vago, do final já mais perto!...
 
A vida é fantasia louca que não medra
que cinzela o nosso nome sobre a pedra...
nas mãos do tempo que voa desperto.
 
Germany 15-09-08