FACES DO AMOR

Ferdinando©

 

Deixa meu olhar despir-se em teu regaço

na doçura de um beijo incêndiado.

Plantar sonhos no calor do teu abraço

ornar o teu leito, em jardim dourado.

 

Como o luar estendido no sargaço

adormeciamos sem medo nem cuidado

nuvem que arrastava o nosso espaço,

sobre o azul  que se torna afogueado...

 

Na coluna onde pousa esta saudade

sorri  ainda o sol dessa idade

no tecer do tempo, feito de vaidade.

 

Ficarás eterna no imo do meu peito,

como Deusa pintada sobre o leito

feita de luz, ante a voz da eternidade!...

 

Germany  04-03-09