FIM!...
© Ferdinando

Ficou o sonho fatigante que anoitece!..
Fomos devaneio ficado numa saudade
onde o choro em delírio enrouquece
restos de vida em decorosa liberdade.

Vivemos a mocidade como indigentes
rosando em ternura as meigas madrugadas
sobre orgulhoso olhar de estrelas ridentes...
dormia em teu regaço nas horas cansadas!

Caminhamos na vida para o amor eternizar
pois seremos ainda esse vulcão a assinalar...
convento onde queda a maciez do coração.

Pérolas de sonhos, no perdido distante
teus olhos são a luz ainda constante,
farol que me guia, e fecha em teu brasão!!

Germany 15-01-08