FLORESCÊNCIA
© Ferdinando

Troquei o meu sol pelo teu olhar
e no trajecto enfeitado do teu ser
nessa linha que traçamos a voar
numa desmedida vontade de viver.

No paraíso ilimitável que escolhemos
onde a vida era feita folheando amor
esquecidos do tempo onde nascemos...
restos do passado onde esvoaça a dor!

Faremos novo mundo em flor de laranjais
onde a brisa canta alegre nos beirais
rolhando nas tardes verdes ao cair do sol...

Seremos a candura vestida de cambraia
como o plácido mar daquela imensa praia
onde quatros olhos se cruzam num farol!!

Germany 05-01-08