NÃO ME FALES DE AMOR!!...
© Ferdinando

Não quero que me fales mais de amor!
Deixa clarear em minha vida só verdades
nada me inventes, do mundo sem pudor...
libertas palavras, em vertentes soledades.

Serei eco na muralha do mundo sombrio
que almeja silêncios nos beirados da vida
farsa que desenha horas de emudecido frio
molda flagelo, em veridicidade prometida!

Solitário mensageiro no ventre da inverdade
como cartel assustador nas ruas da maldade
estágio da vida, em promessa que não basta...

Ho! Não me fales na corrupção do tempo
letargo onde os cândidos gemem grito lento
sol de pedra, como a frieza que me arrasta!!

Germany 18-01-08