NO TEU REGAÇO
Ferdinando©
 
Nas horas de silêncio esmagador
na candura azul do teu leito,
alisavas meus cabelos com ardor,
e eu sonhava na curva do teu peito...
 
Outro mundo nasceu alheio à dor
epístola de futuro em terno jeito,
e a treva que excitava só terror,
ficara no distante em pranto feito.
 
Teu corpo era mar que eu naveguei
que em desejo avaro eu inventei
na doçura do sorriso de um jardim!...
 
Que sejas, o meu mundo de verdade
feito  de ternura e de bondade
- que a vida, seja sonho até ao fim.
 
Germany 09-11-08