ONDE ESTÁS POESIA?!...
© Ferdinando
 
Moldaram-te em Universo de loucos gritos
roubaram-te o esplendor que a vida te ditou!...
Já não cantas a blandícia, em gestos infinitos
golpearam-te a aurora, no ventre que te gerou!
 
Te emporcalham em formas doidas de erotismo...
holocausto de desejos em crateras de  prazer
te ferem a virginal mansão, em cantos de cinismo
em derredor do triângulo das loucuras a nascer!...
 
Adornam-te em círculo de perversa loucura
em gestos mitos que se pintam em ternura
plantada numa doçura feita em jeito de pedra.
 
Te cantam em palavras!... Fazedores da ilusão
nos corrompidos ditos, nas ruas da podridão
onde se planta somente o que não medra!!!!
 
 
Germany 09-12-07