PARLAMENTO DA VIDA
© Ferdinando

Não apregoem falsidade, aliada à miséria
palavras inventadas em discursos tácitos!
Deixem falar a razão despida nas margens
montes de verdades forçosamente inertes!

Dispa-se a voz do fatalismo estouvado
oiçam a voz dos ventos, o raiar da vida
e no percurso da insegura Humanidade
ofertas a fraude, como prometida equidade...

Ditais a infâmia que comanda este cosmo
e torna o seu viver impávido...que o amor
raie na plenitude da irmandade desejada.

A igualdade é um mito que ditais no flagrante
frotas de mentiras, no rubro da indiferença!
Calai para que o silêncio traga mais verdade.

Germany 26-11-07