PESO DA SAUDADE...
Ferdinando©
 
Penteaste a teia dos meus dias,
Fizeste do tempo a liberdade...
Em rios de beijos me prendias,
No leito das noites sem idade.
 
Na solidão do tempo me perdias,
Adornando as janelas da beldade...
És a crença que fala de magias,
E o luar de aprazível claridade!...
 
Nasceste no olhar da madrugada
E em cada criação és inventada,
Quando a voz da vida te aprouver.
 
Sei que vives no infindo da verdade,
E pintas o teu nome em saudade,
Na carícia de um corpo de mulher!...
 
Germany 24-08-10