QUASE SEM VOZ
Sérgio Diniz Barros Guedes

Por que calar?
Se a fala
Afaga a dor...

As flores do campo
desabrocham e te convidam
para em teu tapete deitar.
 
É o sonho da nova vida
que abre tua porta...

É o cata-vento da tua alma
que gira para te confortar...

São as mãos do tempo
que macias te acariciam,
e pedem para deixar
o analfabetismo da solidão.

Uma toalha borda,
o ponto de Marca da vida,
resplandece, acabando o inacabado...

O tecido áspero do teu viver,
deixa-a preparada para receber
os lírios da essência da existência
que fecham as feridas,
abertas pelas intempéries
das ervas daninhas.

Não haverá mais silêncio
em tua fala,
haverá conforto...

O altar sagrado,
ponto alto desta conquista,
elevar-se-á ao teu ser,
e neste corpo irá cobrir,
de esteio para o amanhã.

http://br.geocities.com/sdbguedes

 

BRILHANTE