QUERO SER
©Ferdinando
 
Horas choradas no recanto magoado,
onde a vida esconde cada saudade...
caule gemido de mantira já cansado
palavras que respiram só maldade.
 
Sou aurora virgem, olhando o distante
no deambulante nascer da realidade
serei na vida o cansado caminhante
semeando searas, de Paz e Liberdade.
 
No meu peito, em grito de esperança
faço a luz no olhar de uma criança
sem que a voz do cansaço determine...
 
Como quem canta pão e primaveras
edificarei a vida despida de quimeras
libertarei o Sol que aqueça e elumine!.
 
 
Germany 10-09-08