RUA DA SAUDADE
© Ferdinando

Na rua onde habita tua sombra magoada
magia que alimenta e dá luz aos corações!..
Exíguo transparecer da caída madrugada,
justiça das horas mais plantadas em ilusões...

...em tua origem mora, o raio que se eterniza
secreta firmeza que ministra o teu brasão!...
Agrestes tristezas, que choram como a brisa
falsas virtudes, leito frio, mera alucinação?!...

Mostra a tua face no real do sonho, margeado,
não leves contigo para longe - amor perpetuado...
que ficou no desejo, que em cada Ser anoitece!...

Percebe que só tu és o mistério imortal...
força que agita a alma em evasivo pedestral!...
Ansiar triste como outrora que não esquece.

Germany 25-02-08