SE EU FOSSE POETA...
©Ferdinando
 
Gostaria de morar no mundo das palavras
semear sonhos no coração da vida, na janela
aberta da paisagem em promessas de esperança.
Caminhar cada noite na romaria das estrelas
olhando o vago ilusório que os outros semeiam!
 
Queria trazer cada dia, o sol no seio azul
que se incendeia num sorriso para lá das dunas
pintando a vida das gaivotas em cada amanhecer.
Gostaria de engravidar a vida de luz e esperança,
filtrar raios de medo e incerteza!
 
Gostaria de alicerçar a seiva da realidade
que as palavras fossem estátuas de mensagens
nos ventos incendiados onde o homem nada diz,
pois caíra no seio da loucura impiedosa...
sombra de granito, ficada nas ruas desertas.
 
Queria ser luz, na noite do meu grito!
 
Germany 03-09-08