SEDOSA ESPERANÇA
©Ferdinando
 
Entreguei-te meus sonhos de esperança...
palavras que tecias em etéreo cor anil,
alindavas os meus sonhos de infância
na incerteza do meu mundo juvenil.
 
Teus beijos, eram fogo em promessas,
disfarçadas em searas de futuro!...
As sedosas esperanças mais diversas
choram hoje, atráz do negro muro!!
 
Neste leito emudecido, e já sem vida,
essa lágrima que chorou tua partida
vai caindo tristemente em meu regaço...
 
Já olho essa esperança em ténue luz...
mas no tempo onde talhas-te minha cruz:-
- vê a dor que chora em teu compasso!!
 
Germany 11-04-08