SÍNTESE DA VIDA
Ferdinando©
 
Foi a sombra que pintou os meus dias
Perdidos numa escuridão de chumbo.
Como gostaria de ser o Sol cintilante,
Viver alegre e distraído como os pássaros.
 
Chilrear idílios mútuos em cada aurora
Acordando a vida, exalar o beijo do Sol
Que se promete quente e duradouro,
Calando a apática sordidez que grita.
 
Fazer a razão onde a verdade é granito,
Tecer poemas onde flua somente amor,
Apaziguar o sofrer no leito da sombra,
Sob o beijo gorduroso da hipocrisia...
 
Amanhecer a florescência da realidade
Dispersa nas margens das horas de cinza.
Plantar searas no coração do tempo,
Cavado em alicerce de sorrisos.
 
Germany 28-06-09