SOL DA VIDA
Ferdinando©
 
Nasceste pura, milionária de amores
Trazes nos olhos o orbe da esperança,
As tuas mãos suavizam nossas dores
 Como a brisa, abraça a hora mansa....
 
Dos teus lábios, nasce o mel mais puro
Nas melódicas canções de primavera,
Liberta alvorada, no largo do futuro...
Na exacta dimensão da nossa espera!
 
Na manhã com teu olhar incendiado
Engravidas de sorrir...o loiro prado
   E dás o verde á campina já despida!...
 
És o sol que nasceu das madrugadas,
Adormeces no longe das quebradas,
E fazes do teu sonho, a luz da vida!
 
Germany 17-03-10