TE ESPERO...
©Ferdinando

Nesse sorriso plantado em nossos lábios
feito no levedar angelical, do amor mais casto
ascendeu a vida nossos sonhos, que serpenteavam
alicerçando minha loucura no seio da vida incerta,
que fermentou a nascente do nosso amor liberto!

O furor que gritou em nós, a fervente hilaridade
emudecida em saudade que chora ainda no canto
do peito, feito madrugada em linguagem de segredos...
grito desenhando-me como escravo dos teus beijos,
feitiço que mareja o anseio das pétalas dos teu lábios.

Volta! Seremos a eternidade acesa na voz do tempo
sedento de amorosa claridade, feita nas tuas palavras!
Plantarei em ti a luz que cala todos os medos de granito
seremos novo sonho, percorrendo a liberdade desmedida
como melódica canção do mar, em promessas de marés...

Germany 17.08.07