PROCUROTE

TE PROCURO...
© Ferdinando

Fecho a janela da vida, e cada noite
respiro o desejo de te encontrar...alvor do
do dia, aformoseando o negrume dos meus olhos

Sobre os meus dias há cortinas de medo
carregando desejos, no afagar da saudade!
Quero entender, que o amanhã traga novo sol
e adormeço por dentro, no âmbito do teu sorrir.

No dia seguinte a mesma promessa flagrante,
feita em estátua moldando a voz da minha mente!
Fico a cismar porque morres-te atrás do sol
onde os outros mudam as palavras em fantasia.

Porque não és como o mar no ocidente da vida,
volta sempre abraçando a areia cantando nas dunas...
procura as cinzas ficadas no tempo que ardem ainda
bebendo a suavidade das esperanças que falam
de ti, em ânsia sempre azul de te encontrar!!!

Germany 23-09-07