TEMPLO DE AMOR
© Ferdinando

Nesse templo de Amor e de magia
onde as horas são tecidas de amizade
onde os sonhos de ternura em poesia
ficam sempre guardados em Saudade!

Quero ser também a luz que todos alumia...
o anseio sem fronteira pela vida em lealdade
onde todos façamos o amor e a alegria
nas infindas miseráveis ruas da maldade.

Hoje neste dia quero uma estátua levantar
e no calor da ventura convosco festejar
num futuro entendimento que nos induz.

Sejamos o Sol do destino que nos guia
este mutismo que nos impele cada dia
faça nascer, as libertas manhãs de luz...

Germany 14-11-07
 

Trabalho ofertado ao grupo
Clube de Poetas
no seu 1º Aniversário