TEU LIVRO
©Ferdinando

Seja eu o eco no arco do teu mundo vago,
teu companheiro nas horas tristes e magoadas
quando te fechas no silêncio do teu quarto...
o dia se esconde nas horas, do caminhar da noite.

Entro com o luar apaixonado que te espreita
sei quando me colocas vencida pelo sono, sobre
a alvura do teu peito caloroso, em desejos secretos
que em ti começam, mal desponta o anoitecer.

Quero deixar-te a ternura das manhãs morenas,
sobre o dizer mavioso que te molda em sonhos...
paisagem de flores virgens, onde fala a minha voz.

No tempo adormecido sobre o meu olhar, jurei
sobre choros que se perdem nas margens da noite
no acesso das palavras, escritas nas minhas páginas.

Germany 08-08-07