OLHARPENSA

TRIO ESMAGADOR
© Ferdinando

Abro a janela da vida cada dia, e avisto
com o mesmo imoral flagelo em rumores,
a voz pusilânime dos discursos abstrusos...
nesta esfera imensa num corrupto secular
que medra na vida em cada hora de flagelo!!

Detesto-te silêncio: que nada falas e muito dizes!...
És a resposta, silabada ansiedade, exprimes a mentira
na mera ilusão de prometer universos de suavidade.
Moldas horas tristes em festividade agressiva,
no complexo mistério das auroras cor de cinza.

Sois vós mentira: que cobre a incerteza do amanhã!...
Respostas que guardais no sigilo da indiferença
e que ficam eternamente pisadas pelo tempo
sempre ridente na fantástica quimérica, emudecida
noites que nem em sonho, trazem novos horizontes
corações crentes, que fitam só caminhos sem luz.

A hipocrisia: fala a linguagem que nos magoa!
A traição e o negrume dos sonhos escondidos...
a maldade que aniquila a humanidade e asfixia
numa secreta sombra voando sobre o desprezo.
Sois o homicídio que tomou lugar na vida do homem
até que o punho da realidade tenha mais força
e não deixe o tempo medrar vossas origens!...

Germany 20-01-08

 

BRILHANTE