VIDA VÃ
©Ferdinando
 
Vida! Nada dizes à palavra que envergonha
e que traduz as horas do teu tédio calado
erguendo medos, ante o nosso olhar rasgado
escondendo o amanhã que ainda sonha...
 
A indiferença  fala em castelos do futuro!
Caminhas  indigente voando sobre nadas
ficando apenas o luar das madrugadas
que se esconde, no recanto mais escuro...
 
As lágrimas vão salgando nossos rostos
caudal do tempo chorando os desgostos
e disfarçando com sorrir de primaveras.
 
Nosso olhar se perde no enigma distante
onde a mentira nos açoita a cada instante,
lábios que se abrem para ditar quimeras!...
 
Germany 20-09-08