Ferdi

Os trabalhos mais recentes

PORQUE?

Para trás no longe do espaço                       porque choram as flores                              nos dias mais azedos de cansaço.              As nuvens roubam-me o sol                        que no azul etéreo liberto ri         

Minha agonia lenta sem suporte                 nas ondas controversas do sentido              na mentira do olhar da rua triste                  no tempo em fuga que se esvai

Hipotecados dias tingidos de ilusão              faz sentir mais um pouco este vazio            das horas que foram lentas madrugadas      fazem hoje arrefecer o meu olhar cansado.

Mais um dia

Vem do tempo o meu temor a tudo              que afixie a ridente primavera das flores        envolvidas na clorofila dos meus sonhos        a primavera não chega a florir                     nem haverá pássaros nas árvores                subindo chilreando para os céus;

A selva de granito é oblíqua                         na nudez tímida da noite                             eu morro em cada vez que respiro                 os sons cadavéricos                                    da sua trajectória de sombras