Quadras premiadas

Se neste palco imundo        Só a verdade dita-se           Eu não teria um irmão          Que na vida mendiga-se      

O trevo nasce no prado           Sem ninguém o semear           A sorte não é mercado            Que se consiga comprar...

Já não preciso fogueira,         Se em nossa casa há o amor S.João minha lareira             Todo o ano tem calor

Tempo que passa é saudade  De algo que fica chorando...     São sonhos da mocidade         Que ficam por nós chamando!

Não des esmola por vaidade   Inda que seja um vintém.       Podes ferir sem maldade        Aquele que nada tem...

Fui à fonte pra te ver               E qundo lá te encontrei,           Depois de tanto beber            Com outra sede fiquei...

Se a fogueira se apagou        Não te importes meu amor     Outro fogo começou               Que dá muito mais calor

Sempre que bailas contente   Com um filho no braçado.     Eu recordo docemente         Loucuras de ano passado

O autor: Ferdi